terça-feira, 10 de junho de 2008

Folgada

Tem gente folgada mesmo nessa vida né?
Ontem, recebo um telefonema de uma "colega de profissão" que eu não via há muito tempo.
Colega: Oi Tatiana, tudo bem?
Eu: Oi fulana,tudo.
Colega:Sabe, estou com meu sogro sentido isso,isso e isso, e gostaria que você fizesse "esse procedimento" para eu poder ver e aplicar nele. Você pode? Eu te pago tudo direitinho e tals...
Eu:Posso, mas gostaria de te dizer, é que vou te dar algumas diretrizes e não te ensinar.
Colega: tudo bem...
Eu: Que dia então vamos lá para eu poder vê-lo e avaliá-lo, e se possível já fazer um atendimento?
Colega: Não, você não entendeu, quero que você faça em mim, e aí eu faço nele.

Gente!!!
Eu posso aguentar isso?
A sujeita quer que eu ensine a ela uma técnica que eu faço há 14 anos, dizendo que é pro sogro,mas fonte segura, já me informou que não é, pra ela fazer por aí como se soubesse muito.
Tem gente com muita cara de pau mesmo.
Tô irada, sangue ferveu...tá fervendo.

5 comentários:

Renata R. disse...

Putz. Folgada é pouco pra essa daí! Que cara-de-pau!!!

Renata disse...

Muito folgada mesmo!
O que eu acho é que se ela tivesse sido sincera dizendo que queria aprender, mas que não tinha como fazer um curso ou se especializar, bla bla bla, nem seria tão ruim...me irrita pensar que as pessoas querem resolver na "malandragem". Péssimo mesmo!!

Tarci disse...

hahaha acontece sabia.
Dia destes eu fiquei p da vida com algo tbm, mais deixei passar. Preferi engolir o sapo do que entrar em detalhes e passar informaçoes pra fulana.Bjokas!

Titi disse...

É isso aí meninas.
Ontem tive a oportunidade de responder para ela a minha negativa e notei seu desapontamento.Melhor assim, não me feri e não me senti lesada.
Ela que vá pagar um curso pra ela, porque ela pode.

Ingrith disse...

Nossa que absurdo!