quinta-feira, 10 de abril de 2008

Tô perdida...




Hoje parei pra pensar e cheguei à triste conclusão que já fazem cinco meses que eu e o Maridão estamos fazendo curso pra zumbi. Meu docinho de côco (1 ano e 7 meses), acorda todas as madrugadas, nem que seja só uma acordadinha.....dá uma conferida(chama ou grita) na presença minha ou do pai e volta a dormir.Só que não no berço né( seria bom demais)? Tem que ser na outra cama do quarto dele( de solteiro) e claro, como ficamos com medo, "dividimos" com ele essas madrugadas. Tá tudo muito bom....... Se não fosse o fato de há duas semanas ter resolvido voltar a fazer atividade física pesada( tenho que perder uns quilinhos rsrsrsrsrsrsrs) e fazer um regime rigoroso.
Tô um bagaço.Durmo fácil.
E é claro não consigo nem ter um mínimo de diálogo com ninguém após as 22h.
Legal....

11 comentários:

Cristal - a louca. disse...

Olá!!!

Eu tenho problemas sérios com o sono, um dia durmo, um dia viro... e assim vai.
O problema é que além de zumbi eu falo dormindo, se bobear eu até defendo tese, discuto e tals... e tem gente pensa que eu acordei, mas quem está falando é a parte autômato... hehehe.

Boa Sorte aí, gostei do blog, já está dedvidamente linkada.

=]

Tarci disse...

Oie Flor!
Eu recebi sua resposta, obrigada por ter me respondido, deu uma clareada, eu já estava pensando, do que adianta eu ter feito o curso se eu não vou poder usar? huahuah
E marinheiro de primeira viagem é triste viu. Eu tenho 1 ano de formada, tem algumas coisas que pintam pela frente que me deixam de cabelos em pé!
srsrs

Menina to aqui pensando, quando minha sobrinha dorme aqui em casa eu durmo pouco tbm, ela dorme na cama ao meu lado, mais fala muito, me chama bastante, quando to pregando o olho ela me chama, imagino vc todas as noites, é bem cansativo mesmo.

Vim dar um beijo e agradecer sua ajuda, agora ficou mais claro pra mim, que como em tudo não existe regras,beijos!

Andréa Ramos disse...

Ah e vc acha que essa fase tá difícil??
Então espera crescer.Eles nascem fofinhos,cheirosos,gostosos,dependem da gente pra tudo,mas num piscar de olhos se transformam em seres terroristas capazes de pôr medo em qualquer integrante da Al-Qaeda.
De sábado para domingo não preguei o olho,fiquei sentada npo sofá feito uma louca.Sabe à que horas o meu filho apareceu??Às 7:30 da manhã.
Disse que não me atendeu(liguei 12 vezes) pq era impossível falar com aquele barulho todo.
Aí eu perguntei se ele não poderia ter ido ao banheiro pelo menos para dizer que estava vivo.
Ele responde:E perder meu tempo na pista mãe,por favor!!!Relaxa,eu sempre vou estar vivo!!
Bom só faltei xingar ele de santo né.
Então sem querer parecer pessimista,curta essa coisa de ficar sem dormir direito pois essa é a parte mais gostosa.O terror vem depois.
Beijocas

Renata R. disse...

Depois de ler seu post, Titi, e o comentário da Andréa só posso dizer que a materinidade me assusta. Agora ainda mais! rs

Titi disse...

Rê,fica assustada não...
Sabe não tenho dúvida em nenhum momento de que ser mãe foi a coisa mais maravilhosa que me aconteceu.
Eu não faço parte daquele time da pessimistas que desde o início me disseram: ser mãe não é mole não....você nunca mais vai dormir...os problemas apenas começaram...segura o casório porque pode dançar...criança é linda dormindo....e outras mais.
Mas a realidade é quase isso(rsrsrsrsrs), e a gente tem que ser muito descolada pra passar por isso sem se perder ou achar que você jogou pedra na cruz.
A não ser é claro que você nem ligue pro seu bebê ou que você não tenha que se preocupar com "nada" e tenha uma estrutura mega pra ter 2 babás, 1 empregada, 1 motorista e outras cositas mas. E ainda dizer com a boca cheia "...nasci para ser mãe..."(vi isso numa estrevista da Maria Fernanda Cândido).
Enfim o que eu queria dizer para você é que acho que sempre vai valer a pena.
Você fica forte, objetiva, nada te abala e melhor, você vira uma lutadora,por tudo e todos aqueles que vc ama.
Nossa falei demais ..
Bjcas.

Jana Ursine disse...

Oieeeeeeee, Titi!

todos dizem que 'ser mãe é padecer no paraíso', né? pois é, as agruras da maternidade... e as delícias tb! ehehehehe... é o tipo de coisa que só 'testando' pra saber! ehehehehe...

Sobre o artesanato, respondo tudo com muito prazer.
;)
Vamos lá:

1) sobre presilha: assim como vc, eu também tenho o problema do volume. cabelo anelado, sabe como é... rs... mas o bico de pato é fantástico! pq ele tem uns 'dentinhos' que grudam no cabelo que é uma beleza! aí é só você pegar um tantinho de cabelo da parte de cima da cabeleira. confie em mim: funciona sim. criei a opção da presilha porque o arco não funciona pra garotas 'volumosas' como nós, a gente fica parecendo 'leoas'! hauahuahauhau... se quiser, posso colocar tic tac ou pentinho, mas se o seu problema e vlume, não são a melhor opção... o feltro não é muito aderente, o tic tac vai soltar com o tempo e o pentinho vai embolar no seu cabelo demais... então, a sugestão é: confie em mim: o bico de pato vai servir! palavra de 'cabeluda' pra 'cabeluda', ok? rsrs...

2) sobre os paetês: garota, vc adivinha pensamentos! tenho testado alguns formatos pra coleção de inverno e estou trabalhando neles. Vc está com urgência? Porque se puder guentar a mão um tiquinho, vc vai poder escolher entre pelo menos os dois primeiros modelos. E então: topas?

Aguardo resposta!
Bjos!

Andréa Ramos disse...

Meninas,desculpem-me se me mostrei pessimista com relação à filhos.Não é assim não.Eu amo meus filhos e não me arrependo de ter sido mãe tão jovem.
Na verdade,ontem eu não deveria ter escrito nada sobre filhos,pq eu estava putíssima da vida com o meu de 18 anos.Não por causa do trabalho,nem por ter ficado sem dormir,mas a sensação de não ter ouvido a voz dele me aterrorizou.
Foi mal.Vale a pena sim,sempre vale.
Rê,vai por mim,no fundo é bom!hehe
Beijos mulherada.

Titi disse...

Querida Andréa,
recebi seu comentário como um alerta.Em momento algum entendi que você faz parte do grupo das pessimistas.Ao contrário te disse lá no seu blog exatamente o que eu penso e repito: te admiro por ter passado por isso tão jovem e é claro inexperiente, porque dá trabalho sim e muita preocupação.Por isso te acho uma Guerreira.
Extressa não, aqui é um lugar onde vc pode desabafar.E é claro preciso dos seus conselhos.
E eu entendi perfeitamente o que vc falou em relação ao atraso do seu pimpolho,pois minha mãe ficava assim em relação à minha irmã ,diversas vezes,porque ela achava que não precisava dar satisfação ,nem para tranquilizá-la um pouco quando chegava tarde.Filhos...
E hoje o trem tá meio louco né?
Bjs.

Renata disse...

Olá, encontrei seu blog através da Cinthya e adorei. Esse post só me mostrou o que me espera...hehehe
Vou dar mais uma olhadinha por aqui, ok?
beijinhos Re

Titi disse...

OI Renata,
seja bem vinda e volte sempre que der.
Bjcas.

Ingrith disse...

Depois dizem que mãe é padecer no paraíso!